No metrô

terça-feira, 9 de novembro de 2010


Hoje, pela manhã, li naquela televisãozinha do metrô este microconto:

"O que acontece com aqueles corações que deixamos para trás vazios ao longo dos anos?"

Não consegui ver o nome do autor, e talvez algumas palavras sejam um pouco diferentes, mas eu posso responder ao escritor: eles são como casas... quando saímos e os deixamos vazios, cedo ou tarde aparece um novo inquilino, mora um tempo, o dono analisa o morador... se ele gostar, ele vende, e o novo dono fica lá o resto de sua vida. Sempre se espera que fiquem, assim como os donos das casas por onde passamos gostariam que ficássemos... mas nem sempre aquele é o nosso lugar...

Foto: Mandie D.

6 comentários:

Valter Montani disse...

O que acontece com os corações que deixamos vazios é difícl de descobrir, mas sabemos bem como é ruim caminhar com o peso do passado nas costas. bjs

[ rod ] ® disse...

Posso dizer que morrem de inanição sentimental.

Bjs moça.

olhar disse...

Que lindo isto...é a mais pura verdade...cada palavrinha sua...

Um beijo em você, minha doce amiga!!!

Bia

Gabriela disse...

Eu devo concordar com vc.

Hellen S. disse...

Gostei muito do que vc escreveu!!
Mas ao meu ver..acho que vazio vazio nenhum coração fica. Ele sempre guarda um pouquinho do outro. Talvez uma pintura na parede, um novo cômodo, um risco na porta ... Mas nunca fica completamente vazio ou volta a ser o que era ;D

Humberto Dib disse...

E o que acontece com o nosso coração deixado lá atrás e vazio?
Sempre estamos deste ou do outro lado do abandono, não há muita saída com isto.
Beijos.
Humberto.

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS