Das poéticas

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

A poética da cegueira está na sensibilidade das mãos que sentem a superfície, a textura, o movimento. Está no olhar longínquo que nada encontra, a não ser o vazio do infinito. O preto e o branco simbolizam luz e ausência de luz, segundo as leis da física. É também conforme as leis da física que o som atinge a velocidade suficiente para se sentir o vibrar das ondas. Das ondas do mar? Não. As ondas do pensamento são conexões e sinapses segundo as leis da neurociência e das coisas que eu não entendo. Tudo segundo determinadas leis. Tudo segundo a poética da existência das coisas. Tudo em perfeita harmonia com a poética das leis do Universo. Tudo infinitamente conectado.

Um comentário:

Viriato Sampaio disse...

Isso me deu "cosquinhas" na cabeça
Gostei Pri!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS