"O homem é um jogo de luz e sombras!"

domingo, 10 de outubro de 2010

Quando você está sozinho consigo na escuridão do quarto, minutos antes de dormir, qual é a sua prece? Qual é o seu medo? Qual é a escuridão mais profunda e difícil de se ver penetrar a luz?

Os humanos são seres que jogam com luzes e sombras. Mostram-se na luz, radiantes, quando a aparência é o senhor absoluto de tudo. Somos o que os outros veem. Dizemos o que os outros querem ouvir, e pensamos o que nos convêm. E na sombra? Na sombra, esquivamo-nos para não mostrar o nosso lado mais íntimo, os sentimentos, talvez as lágrimas. É na sombra que se chora, baixinho, para que não ouçam na luz.

Mas sozinhos, à noite, é que subimos à tona, à superfície. Este é você, diz o escuro do teu quarto. O monstro escondido embaixo da tua cama surge e chama pelo teu nome. Sim, é você.

"Invento poesias, rotinas, regras, códigos secretos... para encobrir todos os esconderijos que criei para 'proteger' os monstros que me assustam e desamparam."

Mas há luz, sempre há. Mesmo na noite mais escura pode haver luz, é só procurar. É só recolher os pedaços, juntar as palavras, moldar o silêncio. É só procurar pela luz. É assim que se muda o jogo e se controla o ambiente do teu espírito: luz e sombra, variação constante, mas a seu favor.

Texto baseado em "A noite escura da alma", de Míriam Morata Novaes, in Revista Sophia, ano 3, nº 11.

2 comentários:

LiLa BoNi disse...

Oiiii lindaaaaaaa...não conhecia este teu blog. Perfeito! Parabéns!
Tambem tenho muita saudade de ti!
Mil beijos !!!!!!

Míriam disse...

Que bonito Priscila.
Obrigada pela citação.
Beijo,
Miriam Morata Novaes

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS