Retratos

domingo, 31 de outubro de 2010

Eu não consigo fazer um retrato milimetricamente traçado das pessoas que prendem a minha atenção pelas ruas, mas consigo pintar um quadro exato dos pensamentos destes que passam por mim, como um relâmpago, sem deixar qualquer rastro. Eu não consigo decorar as linhas que desenham o entorno dos olhos que me encontram e fixam-se por um segundo nos meus, mas eu reconheço cada pigmento que os colorem. E assim, sigo pelo meu caminho, repleta de tudo, fragmentos de todos, e não somente do que há envolto na casca, mas sim do que há dentro, a seiva, aquilo que você exala e expele quando lhe perguntam, cara a cara, "quem é você?"

3 comentários:

LiLa BoNi disse...

Seus últimos posts estão um espetáculo !!!
Parabéns!
Mil beijos !

Ramos disse...

É tpw um soco na mente ficar lendo textos assim =D
É bom saber que há quem enxerga bem mais do que os olhos podem ver!
Fragmentos de pessoas, os melhores absorvidos espero ^^

bjauM!


www.suportedamente.blogspot.com

Hellen S. disse...

Adorei! O engraçado é que podemos não saber quem são, mas sabemos como estão naquele curto espaço de tempo.

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS