Interagindo

domingo, 24 de janeiro de 2010

Numa noite dessas, voltando para casa, sentou-se ao meu lado, no ônibus, um bêbado. Odeio bêbados. Odeio que se aproximem de mim. Odeio, mais ainda, quando sentam ao meu lado no ônibus. Odeio, três vezes mais, quando querem interagir. Mas esse eu não odiei. Era já um senhor, bem arrumado, que começou a interagir comigo dizendo que a vida era um tabuleiro de xadrez. Curiosa para ver onde essa comparação ia dar, deixei o homem continuar o raciocínio. "A vida é um jogo de xadrez, você move as peças, mas não sabe o que pode acontecer, e, no fim, acaba perdendo". Como eu olhava para ele, mostrando atenção e sorrindo, disse-me que era músico, e que tentara passar as mensagens através de suas músicas, mas que hoje não era ninguém. Disse-me que a última mensagem a gente nunca diz.

Um bêbado filósofo, vejam só. Ele balbuciava algo sobre o curso de Direito e sobre intelectuais. Provavelmente abandonou a música para estudar direito, e ambos não deram certo. Ouvia-se decepção em sua voz. E eu o entendi. Realmente, a vida não passa de um jogo de xadrez, cheio de estratégias. Você move uma peça, e espera para ver no que vai dar. O próximo passo pode ser um xeque-mate, quem sabe. Mas e as mensagens, qual será a última mensagem?

4 comentários:

Fernanda disse...

foi a coisa mais certa que ouvi...a vida é um jogo de xadrez,vou levar essa frase para o resto da vida...

Maria Milesi disse...

Já falei q seu canto ficou encantador?

mil bjs...

Lindo!!!

onde está minha esperança?

Bia Maia disse...

É...a vida é assim...um jogo de xadrez...

mas não estou nela para ver quem GANHA no final....

Estou nela para curtir e VIVER cada momento, cada jogada!

Mil beijos, sua linda!

Saudades de você!

Bia

Mateus Luciano disse...

odiar faz mal...
a vida com certeza é um jogo mais muito mais elaborado que o xadrez ,mais complexo ...
a paisagem sera minha realidade em breve

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS