Sobre ontem e hoje

terça-feira, 12 de janeiro de 2010


Hoje precisei comprar uns DVDs no bazar que fica no bairro vizinho ao meu, lugar onde morei por cerca de 10 anos. Eu frequentava sempre este bazar porque as prateleiras eram repletas de brinquedinhos de meninas, pendurados à mostra para despertar o nosso desejo. O bazar tinha de tudo, e, ainda hoje, sempre que preciso de algo, desde um botão verde musgo nº 20 fosco, até uma mídia de DVD para gravação, encontro neste bazar. Porém, o que me encantou e fez-me escrever este post foi o caderninho de pendências. Como foi difícil acreditar que, em pleno século XXI, ano de 2010, ainda se usem caderninhos de pendências. A dona do bazar, lá pelos seus 80 anos, anotava as comprar de uma moça 3 vezes mais jovem que ela, com uma letra linda, de quem não precisou adaptar os dedos ao teclado de um computador, e nem faz a menor questão. Ela também dispensou a calculadora, e o cálculo das compras foi feito "de cabeça", incluindo a divisão para o parcelamento em 3 vezes.

Percebem, caros leitores, como algumas coisas evoluem sem parar, em ritmo alucinante, e outras simplesmente param, e permanecem, tranquilas, sem se preocupar com a correria que se instaura em nosso tempo?

2 comentários:

Bia Maia disse...

Nossa!!

Amei este teu blog também!

E passo a segui-lo...

Acredito que s pessoas eram mais felizes antigamente, sem tanta tecnologia...

beijos com carinho,

Bia

Fernanda disse...

Ah que vontade que deu de aqui perto também ter um bazar assim...

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS