Marinheiros-de-estrada

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Nós já ouvimos ou lemos, várias vezes e em diversos lugares, que a vida é uma longa estrada. Mas, creio que, talvez, nunca tenhamos ouvido falar que somos "marinheiros-de-estrada". E é isto o que nos diz Miguel Gullander no livro "A balada do marinheiro-de-estrada" que, infelizmente, não possui edição no Brasil, apenas em Portugal pela Editora Cavalo de Ferro.

Neste livro, Gullander cria uma espécie de "manual do viajante" para nós, os marinheiros desta estrada. Nós, os marinheiros, que precisamos descobrir a nós mesmos, pois ainda não nos conhecemos fora de nossos padrões, fora do que planejamos (ou planejaram para nós). Nós, os marinheiros, que procuramos o verdadeiro sentido da viagem. Há um sentido? Há um final? Sim, a estrada possui um final. E depois? Nós, os marinheiros, que não sabemos qual caminho seguir, que estamos sempre perdidos. Um marinheiro nunca hesita sobre o caminho que deve seguir. Nós, os marinheiros, que nunca estamos disponíveis, sempre com mente e espírito ocupados. E assim, ocupados, não vemos a beleza das coisas, a beleza da estrada, não percebemos os acontecimentos...

São estas algumas das dicas que o Holandês Voador nos proporciona no pequeno manual. Ele é curtinho e preciso, afinal, não precisamos de tantas instruções para a grande viagem, precisamos apenas prestar mais atenção à estrada.

Um comentário:

Ramos disse...

LEgal...depois de lê-lo, vou começar a falar que eu sou marinheiro-de-estrada AUHAUHAUHA
Obrigado pelo elogio... é, eu também sofro na comunidade. Dificil achar alguém lá que não fale de download, humor copiado ou coisas assim AUHAUHAUHA

BjauM!

www.suportedamente.blogspot.com

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS