Presenças e ausências

terça-feira, 12 de março de 2013

Duas pessoas aparentemente juntas.
Duas pessoas juntas, lado a lado.
Ouço música, baixinho, vinda do banco da frente.
Não, não há duas pessoas, uma está ausente.
Duas pessoas juntas, lado a lado no banco: estão juntas mas não estão juntas.
Ouço um murmúrio de uma delas, a outra tira do ouvido o fone.
Duas pessoas juntas que não estão juntas: um fone de ouvido as separa.
Eu estou presente, sentada no banco detrás.
Das duas pessoas juntas, sentadas lado a lado, uma está ausente.
Chega a estação e as duas pessoas descem: uma delas não está presente.

2 comentários:

Rovênia disse...

Detesto fone de ouvido. A gente quer falar, o outro não quer ouvir. Só botando também um fone de ouvido.Assim, ficam os dois ausentes! Um grande abraço, amiga!

Viriato Sampaio disse...

Simplesmente:
Magnifico Pri!
Poema Digno da mais alta poesia!

Magnifico!

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS