Paisagem IX - Nuvens

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Estou sentada em minha mesa; defronte, somente a janela da sacada que se abre para a visão de um dos arranha-céus mais altos de São Paulo. O monitor do computador atrapalha a passagem das nuvens escuras que cobrem o imenso céu da tempestuosa cidade cinzenta. Quando chove, o céu se mistura ao asfalto, e o cinza toma proporções assustadoras. É tudo tão cinza quanto a rua da Consolação, que, apesar do nome, não tem nada de consoladora. Da janela também se podem ver os raios que se formam, ramificando-se pelo céu cinzento, ameaçadores. Da janela, também posso ver a mata de onde dizem que sopra um vento que segue sentido oeste, e que carrega todas as nuvens negras que cobrem este imenso céu. É lá, a oeste, o lugar onde eu moro.

Foto: Christine Ellger.

2 comentários:

Rolando disse...

OI. TUDO BLZ? ESTIVE POR AQUI. INTERESSANTE. SÃO PAULO É SÃO PAULO. NÃO TEM CIDADE IGUAL. APAREÇA POR LA. ABRAÇOS.

C. disse...

Meus devaneios vao se acolchoando quando tenho uma vista assim, como vc fez nesse texto.

Sao ttas perguntas sem respostas...
tantas nuvens se movimentando, em que direcao, será?

Ia gostar de ver uma foto, Sao Paulo nao é tao desconsolador assim, que eu lembre ;)

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS