"O delírio"

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009


"- Este é um momento? Perguntei em voz bem alta. Não, já não é mais. E este? Já agora também não. Só se tem o momento que vem. O presente já é passado. Estire os cadáveres dos momentos mortos em cima de uma cama. Cubra-os com um lençol alvo, ponha-os num caixão de menino. Eles morreram crianças ainda, sem pecado. Eu quero momentos adultos!... Moça, aproxime-se, eu quero lhe confiar um segredo: moça, que é que eu faço? Me ajude, que minha terra está murchando... Depois o que vai ser de minha luz?"

(A bela e a fera - Clarice Lispector).

2 comentários:

Fernanda disse...

Amo os poemas de Clarice conversava sobre isso com minha professora e ela disse que não gostava por que pra ela a arte é algo belo,e os textos de Clarice são tristes e a tristeza não é bela,mas amo as letras de Clarice!

Pipa. A que sonha. disse...

Delirante esse escrito.

Lindo blog.

Um beijo

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS